FacebookInstagramVimeo
David Catalán
Para a próxima Primavera, David Catalán reserva-nos uma colecção com múltiplas referências ao workwear americano dos anos cinquenta. Em adição, também registamos neste trabalho uma abordagem irónica ao boom de consumo do pós-Guerra e ao advento do turismo, tão bem representados pelas esculturas hiperrealistas de Duane Hanson. Estas foram o mote para abordar, ainda que superficialmente, uma questão que tem sido frequente no espaço político e social de várias cidades europeias: a gentrificação. A moda é ontologicamente um espaço privilegiado para falar sobre este tema. O denin estará presente mais uma vez, bem como sarjas de algodão e materiais técnicos ou impermeáveis. Numa dicotomia entre peças oversize ou justas ao corpo, o jogo de escalas com quadrados vichy e variações cromáticas de amarelos, verdes, azuis e beije, enriquecem a plasticidade desta colecção com o cunho ao qual este designer espanhol, baseado em Portugal, já nos habituou.