FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
A estreia de novos bloomers numa edição eletrizante
A estreia de novos bloomers numa edição eletrizante
O Bloom Portugal Fashion é uma plataforma em constante renovação e a recente edição SS18 é prova disso mesmo: o Museu do Carro Elétrico vibrou com as irreverentes propostas de novos talentos em estreia absoluta. 

É o caso de Joana Braga, a única dos oito bloomers a fazer a primeira participação no Portugal Fashion, enquanto designer de moda. A sua coleção, Cat Fight, é inspirada "em paradoxos de questões de género corporais estabelecidas pela sociedade”, focando-se no corpo feminino, apresentando "peças muito volumosas, em senhora, conjugadas com peças muito íntimas”, revela a criadora. Já para homem, a designer de 21 anos apostou em "peças muito simples, mas com acessórios que marcam a diferença”. Antes desta 41ª edição, a antiga aluna da ESAD Matosinhos tinha já participado no Portugal Fashion no papel de aderecista, na mesma plataforma que agora a acolheu em passerelle – o Bloom.

Esta foi também a primeira vez que os estudantes de moda oriundos das escolas MODATEX, ESAD, CENATEX, ESART e EMP viram as suas criações desfilar numa passerelle profissional. "Acaba por ser a nossa primeira abordagem àquilo que é a moda que toda a gente conhece”, afirma Artur Dias, estudante da MODATEX. A sua coleção primavera/verão, de nome FALLOUT, teve inspiração num videojogo com o mesmo nome: "O ambiente deste jogo é anos 50 com um twist futurista. E o que tentei trazer foi um bocadinho isso: trazer o vintage e dar alguns elementos contemporâneos”. Para o estudante, participar na plataforma Bloom do Portugal Fashion é também "a nossa oportunidade para mostrar aquilo que nós valemos”.

Também Ana Sarmento, estudante da ESAD Matosinhos, confessa que a estreia foi recompensadora. "Senti-me bem. Adorei ver os modelos e ficou como eu queria”, revela. A jovem criadora apresentou uma arrojada coleção sem género, de nome UNDERWATER, que "tanto pode ser usada por mulheres como por homens”. A inspiração assenta inteiramente no mistério do fundo do mar e nas criaturas que não conhecemos, num resultado de peças volumosas e coloridas, em que o género de quem as usa não é importante.

Feitas as contas, o dia de desfiles dedicado ao Bloom, realizado a 19 de outubro, contou com 8 jovens designers e 12 estudantes num total de 10 desfiles, plenos da originalidade, criatividade e frescura. 
Porto acolhe 41ª edição do Portugal Fashion