FacebookInstagramVimeo
Anabela Baldaque
Não existe maior liberdade do que quando sonhamos com a fantasia. Tudo é possível. Quando pensamos na vizinha temos o caminho aberto para irmos onde nos apetece. Daí os inúmeros argumentos de filmes e enredos de livros com personagens de mistério por esta ou aquela razão.

A vizinha é a figura, simultaneamente próxima e distante, que assume a personagem desta coleção. Qualquer personagem, de qualquer história e de muitas outras histórias. Ela veste o que apetece sem olhar a regras ou porquês. Surpreende-nos diariamente, quando a vemos sair.

TECIDOS

Impermeáveis, repelentes de água. Fazendas de texturas grossas e de lãs com pelos. Malhas estampadas, rendas, brocados e tecidos lisos.

CORES

Cinzentos e pratas, azuis intensos, pérolas e brancos, mostardas, pretos e dourados.

SILHUETA

Diversificada, longa e justa. Ampla e curta.

PEÇAS-CHAVE

Sobreposição de peças, vestidos e casacos.

CALÇADO

Sapatilhas coloridas e chinelos de fivelas com meias.