FacebookInstagramVimeo
Diogo Miranda

Para este outono/inverno 2017-18, Diogo Miranda quis uma estação com um clímax de exuberância, sofisticação, sensualidade e proporções exageradas. Daí ter escolhido o trabalho de Guy Bourdin como inspiração. Considerado como um dos melhores fotógrafos de moda, reconhecido pelas imagens provocantes. Estas são normalmente são ricas, sensuais, fortes e capazes de chocar.

Maioritariamente, o designer trabalhou com o tafetá de seda para criar mangas exageradas, folhos e laços volumosos e decotes que deixam os ombros expostos. Misturou padrões de flores exageradas em cores pastéis, para criar uma silhueta erótica em contraste com o azul céu e preto austero.

Tudo se materializa numa mulher sexy, confiante, feminist e poderosa.

Como se encontra a celebrar o 10º aniversário da sua carreira, Diogo Miranda dedica esta coleção a todas as mulheres que acompanham a marca durante estes 10 anos.

Celebrar o Passado, Presente e o Futuro. Com Amor, Diogo.