FacebookInstagramVimeo
Diogo Miranda
Para o Outono Inverno 2018-19 o ponto de partida foi um cristal de um candelabro de família.
As suas linhas rectas e etéreas com cortes facetados transmitidos através dos brilhos e movimentos, a sua elegância e a silhueta esguia remetem para uma mulher confidente, independente e q.b. sexy.
Tafetá de seda e tecidos técnicos ajudam a moldar mangas 3D e volumes, comprimentos midi versus pernas expostas, cortes assimétricos e decotes profundos sempre dando a ilusão da silhueta de um cristal.
Uma imagem imponente, sofisticada, severa e austera.