FacebookInstagramVimeo
Susana Bettencourt
MACHINE AFTER MACHINE

A sociedade está automatizada, os hábitos e costumes dos futuros líderes são moldados em torno duma era digital e impessoal. A comunicação é feita através de écrans e teclados touch que distanciam a interação e troca de experiências humanas. A palavra tacto perdeu o sentido físico e caloroso, ganhando um significado ambíguo e rígido. Qual foi o momento de viragem?
Nesta coleção, Machine After Machine, Susana Bettencourt tem como missão enaltecer a época da viragem, quando jogos Arcade eram o movimento nobre. Estes, representam o inicio dos jogos de vídeo e o ínicio do fim dos jogos de rua. Nesta década de 80, ainda havia o contacto real e amigos tocáveis, realidade que é transposta diretamente para as cores e texturas da coleção.

NOVIDADE: Esta coleção abraça um conceito focado na mudança dos hábitos das crianças e este foi o momento certo para a marca Susana Bettencourt apresentar propostas ousadas para os mais
pequenos.

Uma vez mais, Susana Bettencourt expressou a sua visão com texturas e fios únicos e personalizados criados em parceria com a Fifitex. As malhas tricotadas grossas fundem-se com bombazine brilhante, os volumes são criados com fitas de malhas e franzidos, as mensagens e o grafismo é claro: são críticas aos robots que a sociedade está a criar. O brilho dúbio do Chenil em conjunto com os jacquards de padrões fortes, já assinatura conhecida da criadora, trazem a esta coleção profundidade e complexidade na combinação de cores.

Como Susana citou no anúncio desta colaboração: Para alcançar resultados exclusivos é necessário aprofundar nos processos de criação, conseguir ter controlo de todos os materiais utilizados nas peças. Agora este "sonho” tornou-se real com o apoio da FIFITEX, o fio é exclusivo, as cores são exclusivas, tornando cada peça ainda mais especial e única. Esta coleção não tem como visão a defesa do feminismo mas sim da igualdade de todos os seres humanos.