FacebookInstagramVimeo
Diogo Miranda
Esta coleção teve como inspiração o trabalho do arquiteto mexicano Luis Barragan. O trabalho de Luis Barragan é reconhecido pelas linhas retas, código do movimento Modernista. O seu pensamento: criar uma "arquitetura emocional”, porque para ele "qualquer trabalho de arquitetura que não expresse serenidade é um erro”.

Aplicamos estas referências usando cores vivas e um jogo de luzes: diferentes tons de rosa, fúchsia e salmão, em contraste com os tons mais escuros como o preto e o navy. Os materiais usados entram em oposição, especialmente o crepe de seda ou o brocado, para criar profundidade e acentuar a silhueta com linhas arquitetónicas. A coleção é composta por calças e vestidos amplos, casacos com linhas retas e decotes profundos.
sponsors