FacebookInstagramVimeo
Hugo Costa
O conceito desta coleção partiu da reflexão sobre os rituais tribais, tendo por base o fundamental, o Indivíduo. A sujeição ao ritual passa pela clara necessidade de aceitação do indivíduo pelo coletivo, destacando a individualidade e autenticidade do ser Singular.

Rituais como as cicatrizes de SEPIK reportam-nos às texturas de certos tecidos. As pinturas primárias e manuais, por isso autênticas, são responsáveis pelas abordagens gráficas da coleção. INDIVIDUAL procura individualizar cada peça. Em série, ou em sociedade, nunca será igual ao exemplar seguinte.

sponsors