FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
20 anos e mais de 30 desfiles
20 anos e mais de 30 desfiles
De 21 a 24 de outubro, realizou-se a 37ª edição do Portugal Fashion, uma edição especial cujo tema/conceito versou a celebração dos 20 anos da iniciativa. Durante os quatro dias do evento, milhares de pessoas assistiram às propostas primavera/verão do próximo ano, com uma vasta cobertura de meios de comunicação nacionais e internacionais. No total, a apresentação das coleções contou com 19 criadores, seis jovens designers, três marcas de jovens designers, três escolas de moda, oito marcas de vestuário e seis marcas de calçado.

Não obstante continuar a ser a Alfândega do Porto o epicentro do Portugal Fashion, à semelhança das edições anteriores, o evento viajou até outros locais: no dia 21, em Lisboa, os Storytailors inauguraram a passerelle no Four Seasons Hotel Ritz Lisbon, transferindo-se depois para o Antigo Picadeiro dos Nobres – Museu Nacional de História Nacional e da Ciência, com as propostas de Carla Pontes e Hibu (ambos criadores Bloom) e a dupla Alves/Gonçalves.

Já no Porto, dia 22, o evento prosseguiu no Coliseu Porto, com o desfile de Pedro Pedro. Tratou-se do regresso a um local que se inscreve na história do Portugal Fashion e que acolheu, nessa mesma noite, cinco desfiles: para além de Pedro Pedro, subiram à passerelle as coleções de Júlio Torcato, Anabela Baldaque, Elsa Barreto (é a estreia no evento desta estilista de Braga) e Fátima Lopes.

No dia seguinte, 23, o programa da iniciativa arrancou na Alfândega do Porto com o desfile conjunto de Susana Bettencourt e Estelita Mendonça. O mesmo local foi também palco de mais sete desfiles, divididos entre a passerelle principal e a plataforma Bloom. Na primeira, conheceram-se as propostas da Meam by Ricardo Preto, bem como a apresentação conjunta das coleções de Daniela Barros e Hugo Costa, fechando com o desfile de Diogo Miranda. Na plataforma Bloom, marcaram presença os jovens designers Eduardo Amorim, Pedro Neto, Klar e Teresa Abrunhosa. Após uma tarde repleta de desfiles na Alfândega do Porto, a apresentação seguinte, de Katty Xiomara, teve lugar no icónico parque de estacionamento Silo Auto. Aí, a criadora, deu a conhecer não só a sua coleção, mas também uma linha de sportswear que desenhou para a Sport Zone, com o apoio do Portugal Fashion. Por fim, o encerramento do terceiro dia do evento esteve a cargo de Miguel Vieira, que revelou a sua nova coleção no Palácio de Cristal.

No sábado, último dia da 37ª edição do Portugal Fashion, Nuno Baltazar apresentou as suas propostas para a estação quente na Alfândega do Porto. Seguiu-se, Luís Buchinho que, desta feita, escolheu como cenário para o seu desfile o Quartel de Serpa Pinto. O regresso à Alfândega do Porto fez-se da parte da tarde e estendeu-se pela noite dentro com sete desfiles na passerelle principal, mais cinco desfiles do projeto Bloom (a apresentação conjunta de Inês Marques e da marca [UN]T de Tiago Silva, bem como as propostas de coleção de Mafalda Fonseca, e dos alunos finalistas de três escolas de moda do Grande Porto: MODATEX – Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confeção e Lanifícios, ESAD – Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos e Escola de Moda do Porto). Nesta edição, coube às marcas de vestuário Ballentina by Filomena Portela, Concreto by Helder Batista, Cheyenne e Mad Dragon Seeker by Alexandrine Cadilhe & Daniel Simões, revelarem as suas propostas para a primavera/verão 2016. Como habitualmente, houve um desfile coletivo de calçado, com a participação das marcas Ambitious, Dkode, Fly London, JJ Heitor, J. Reinaldo e Nobrand. De realçar que Vicri, Dielmar e Lion of Porches figuraram também entre as marcas presentes no último dia de desfiles, para além dos criadores Luís Onofre e Carlos Gil, que encerrou esta edição do Portugal Fashion.

Nesta edição comemorativa do 20º aniversário do Portugal Fashion, assinalou-se ainda uma exposição na Alfândega do Porto que, durante os dias 23 e 24, revisitou momentos marcantes na história da iniciativa. Celebration foi – relembre-se – o tema/conceito desta edição de Portugal Fashion que, ao longo de duas décadas, se assumiu "como uma referência de cosmopolitismo, criatividade e sofisticação estética” e cujo contributo foi determinante "para a promoção das criações portuguesas nas mais consagradas passerelles do mundo”, considera o presidente da ANJE, João Rafael Koehler.