FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
A confortável leveza de Hugo Costa
A confortável leveza de Hugo Costa
Na mente guarda o poder da criação e nas mãos o da execução. O contrário também é verdade. E ao contrário também. Aprendeu a arte em Castelo Branco, distrito de boas cerejas e calor de ananases no verão. Foi lá, na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico, que em 2008 concluiu o curso de Design de Moda e Têxtil.

Em 2009 foi um dos finalistas do concurso Acrobatic, arrecadando nesse ano e no seguinte, em 2010, os prémios de "Melhor Coordenado Masculino”. Também em 2010, no mesmo concurso, acumulou o prémio de "Melhor Coleção”.

Hugo Costa é um designer de streetwear por excelência. As linhas com que cose a sua roupa, quase-que-vincadamente-sem-género, são desenhadas a caneta confortável tendo em vista a usabilidade. Porque Hugo sabe que a moda, para além de bonita e criativa, também se deve conseguir vestir. E usar.

Ao Portugal Fashion chegou em outubro de 2010 através da plataforma Bloom, dedicada aos novos designers. Rapidamente se tornou nome de presente e futuro, ascendendo à plataforma principal de desfiles, em 2014, onde começou com desfiles coletivos, passando para desfile individual em março de 2016. Em boa hora aconteceu. Hugo mostra, coleção atrás de coleção, que o trabalho dá frutos. E a criatividade também.

O ano de 2016 é, aliás, ponto de viragem internacional, ano em que o criador faz a sua estreia na Semana de Moda Masculina de Paris, em junho, com o apoio do Portugal Fashion. É à cidade francesa que Hugo regressa já no próximo dia 18 de junho, três anos depois de se ter estreado em terras gaulesas, para apresentar a sua coleção primavera-verão 19/20. Espera-se casa cheia e, mais do que isso, sucesso. Muito sucesso.