FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
ALEXANDRA MOURA REGRESSOU A MILÃO
ALEXANDRA MOURA REGRESSOU A MILÃO
Dia 23 de setembro, às 10h30 (hora local), no Palazzo Reale - Scalone Arengario, na Piazza Duomo, Alexandra Moura regressou a Milão depois da entrada direta na "liga dos mais crescidos” na edição passada, para apresentar a coleção Gadidae. 

Foi a segunda paragem internacional do Portugal Fashion, depois de ter estado em Londres com o rock e a rebeldia de Marques’Almeida, num dia, e a leveza e o cheiro a verão da Comporta de Sophia Kah, no outro.

Alexandra Moura conserva em si o dom da portugalidade, procurando ir às raízes de pessoas e artes que ajudaram, e ajudam, a moldar Portugal. A designer que é apaixonada por tudo o que é cultural promete levar contemporaneidade à passerelle italiana.

Há uns homens que navegam dias e semanas e meses compridos na busca do sustento familiar. Homens fortes, de vida cravada nas rugas da cara e nas cicatrizes do corpo. Homens de mar e do mar.

A designer inspirou a sua coleção SS20 nestes homens; pescadores de duras e longas batalhas, que enfrentam com coragem as repentinas mudanças de humor de um mar que muitas vezes não os compreende. Gadidade é o latim usado para os peixes da espécie do bacalhau. E é, também, para Alexandra, o contraste entre as várias técnicas piscatórias e as suas gentes. 

Roupas de trabalho, oversized, práticas e úteis no dia-a-dia. Os albaioses são uma forte influência nas silhuetas e nos detalhes, com excesso de bolsos, como se vê em coletes, e calças reforçadas para trabalhos pesados. A roupa é desconstruída e reinterpretada, na sua forma e conceito.

Os materiais usados na coleção vão do linho ao algodão, da seda ao tecido impermeável, acabando no denim de duas cores, criando uma ligação entre o clássico e o contemporâneo. O passado e o presente. As cores são o preto, azul-cobalto, laranja ou tons terra. 
      
O Portugal Fashion - um projeto da responsabilidade da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal – é cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização – Compete.