FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Bloom: duas estreias e oito talentos a concurso
Bloom: duas estreias e oito talentos a concurso
O line-up do Portugal Fashion integra 10 desfiles do projeto Bloom, plataforma criada para valorizar o trabalho dos jovens criadores. A marca HIBU abre novamente o calendário do Bloom com a apresentação da sua coleção, pelas 21h00, no dia 16 de março, no Convento do Beato. Seguem-se oito desfiles no Porto, com destaque para as estreias de Maria Kobrock e Sara Maia e para a decisão final do Concurso Bloom 2015.

A renovação geracional da moda portuguesa é um objetivo estratégico do Portugal Fashion que pode, nesta edição, ser traduzido com a apresentação de propostas de 13 jovens designers e três marcas na passerelle do Bloom. Em Lisboa, a marca HIBU, desenvolvida pelos jovens designers Marta Gonçalves e Gonçalo Páscoa, apresenta a sua inovadora coleção para o próximo outono/inverno. No Porto, entre 17 e 19 de março, estão previstos mais oito desfiles de jovens criadores (Eduardo Amorim, Inês Marques, Maria Kobrock, Pedro Neto e Sara Maia) e de três marcas (HIBU, KLAR e [UN]T).

No calendário estão em evidência as estreias de Maria Kobrock e Sara Maia. A designer luso-alemã estudou design de moda e "pattern making/draping" na ESMOD Berlin – University of Art for Fashion, estando atualmente a frequentar o curso intensivo de Design de Calçado na Escola de Moda Gudi, no Porto. Já Sara Maia formou-se na Escola de Moda do Porto e no Citex e já trabalhou com vários criadores nacionais. A designer conquistou, em 2012, o Primeiro Prémio de jovem designer no espaço Bloom do Portugal Fashion e em seguida mudou-se para Londres, onde colaborou com várias marcas (Marques Almeida, Aitor Throup, Maharishi). 

QUATRO NOVAS OPORTUNIDADES DE CARREIRA E MAIS DE 30 CRIADORES LANÇADOS

Além dos referidos desfiles, a passerelle do Bloom contempla ainda a apresentação das coleções dos oito finalistas do Concurso Bloom 2015 (Amorphous, Beatriz Bettencourt, David Catalan, Fii, Inês Maia, KDI, Patrícia Shim e Sara Marques). No final serão eleitos os quatro vencedores, sendo que os criadores distinguidos poderão voltar a apresentar e divulgar o seu trabalho na passerelle do Portugal Fashion e usufruem ainda de um incentivo financeiro para o desenvolvimento das suas coleções.

Trata-se, pois, de uma oportunidade para impulsionar novos talentos no universo da moda nacional que teve a sua edição inaugural em 2004 e já foi responsável pelo lançamento no mercado de nomes como Filipe Trindade, Pedro Pinto, Diogo Miranda, Carla Pontes, Susana Bettencourt ou Hugo Costa.

Importa referir ainda que o Bloom foi um projeto criado pelo Portugal Fashion em 2010 com o propósito de apoiar, divulgar e valorizar, nacional e internacionalmente, os talentos emergentes da moda nacional. Desde a sua criação, o projeto já viabilizou o lançamento de 34 jovens designers no mercado, pontificando muitos destes nomes anualmente no calendário principal do Portugal Fashion.

Carla Pontes e Mafalda Fonseca são os casos mais recentes de evolução da plataforma Bloom para a passerelle principal do certame. Na contribuição ativa para este percurso de evolução positiva, o Bloom abraça também uma dimensão internacional viabilizando aos jovens criadores a apresentação das suas propostas em desfiles e showrooms internacionais como já aconteceu em Londres, Viena, Paris, Copenhaga ou Madrid.