FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Brand Up reuniu mais de 70 marcas juntando pela primeira vez principais players do setor da moda
Brand Up reuniu mais de 70 marcas juntando pela primeira vez principais players do setor da moda
Mais de 70 marcas integram o showroom Brand Up, que se realizou paralelamente aos desfiles do 44.º Portugal Fashion, entre 14 e 17 de março, na Alfândega do Porto. O número de expositores cresce assim em relação a edições anteriores do certame, circunstância que decorre do novo formato organizativo do Brand Up. Nesta edição, o showroom apostou numa visão integradora e inclusiva, assumindo-se como a primeira iniciativa nacional a reunir os principais players do setor. Tratou-se de uma ação inédita, que dá o mote a futuras colaborações. 

Assim, para além das marcas convidadas pela ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, o Brand Up incluiu marcas powered by Fashion From Portugal (ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal / Associação Seletiva Moda), AORP - Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal, ModaLisboa, ModaPortugal (ANIVEC – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário, Confeção e Moda / CENIT – Centro Associativo de Inteligência Têxtil  e Portuguese Shoes (APICCAPS – Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos). 

Este leque de parceiros institucionais permitiu ao Brand Up abranger, de forma mais cabal, todos os setores de atividade da fileira moda, desde a moda de autor ao pronto-a-vestir, calçado e marroquinaria, passando pelo kidswear, a ourivesaria, a joalharia e os produtos lifestyle. Todos estes setores são exemplos da excelência do "made in Portugal” e contribuem substantivamente para a criação de valor, para a capacidade empregadora e para a competitividade internacional da fileira moda. Para além da qualidade das matérias-primas e do know-how instalado, tratou-se de setores que têm em comum uma aposta crescente no design, na inovação e na internacionalização. 

Como habitualmente, o Brand Up dedicou especial atenção à moda de autor, que nem sempre está acessível ao grande público. Nesta edição do showroom foi possível visitar os expositores de Elsa Barreto, David Catalán, Júlio Torcato, Maria Gambina, Micaela Oliveira, Nycole, Pé de Chumbo ou Susana Bettencourt. Também estiveram patentes criações de jovens designers do projeto Bloom, como Daniela Pereira, Maria Meira / Mara Flora ou Rita Sá, por exemplo. Na moda de autor incluiram-se também os criadores Carolina Machado e Constança Entrudo powered by ModaLisboa. 

No segmento de vestuário, estiveram presentes no Brand Up várias marcas nacionais como a Meam, a Sine Die ou a Concreto, que dão a conhecer as suas linhas de pronto-a-vestir. A lista de expositores contemplou também um significativo número de marcas de calçado e acessórios, designadamente a Ambitious, a Fly London, a Gladz, a J Reinaldo, a Lemon Jelly, a Maria Maleta, a Nobrand ou a Luís Onofre. Entre os expositores de joalharia e ourivesaria, registaram-se a Eugénio Campos Jewels, a Liliana Pereira, a Pura Filigrana, a Torcato Santos, entre outras marcas. 

O Brand Up é uma iniciativa da ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários, no âmbito do Next Step, projeto cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.