FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Katty Xiomara relembra-nos a importância de reutilizar e ser #vintageforacause
Katty Xiomara relembra-nos a importância de reutilizar e ser #vintageforacause
A marca portuguesa de moda ecológica e sustentável chama-se Vintage For a Cause e tem uma missão simples: fazer moda de forma ética e amiga do ambiente, reutilizando tecidos e evitando o desperdício. A insígnia conta já com seis anos de existência e tem participado em várias iniciativas na cidade do Porto, como o NOS Primavera Sound, em junho, e o evento Cidade+, realizado nos dias 7, 8 e 9 de julho.

Uma coleção especial assinada por Katty Xiomara é uma das principais atrações da Vintage For a Cause neste verão. Intitulada Review-Reuse, trata-se de um conjunto de peças moldadas pela criadora e reinterpretadas através de materiais reutilizados, dando vida ao conceito de moda sustentável. "Nesta edição limitada e exclusiva, Katty Xiomara coloca alguns dos moldes do seu arquivo ao serviço do reaproveitamento do desperdício industrial, criando peças, utilizando tecidos e materiais que de outra forma acabariam no lixo”, afirma a Vintage For a Cause em comunicado. Uma coleção de verão única que não podia ser mais variada nos seus tecidos e padrões, em que reinam os tons de azul. As peças entre os 30 e os 60 euros e estão também disponíveis para compra no site da Vintage For a Cause. 



A marca Vintage For a Cause foi fundada em 2012 pelas mãos de Helena Antónia, com o objetivo de fazer moda de forma ecológica ao reutilizar materiais e tecidos desperdiçados, criando ao mesmo tempo peças de estilo vintage. "O nosso foco é reduzir o desperdício apostando em formas de produzir mais equilibradas e produtos que tenham qualidade e design, permitindo o acesso à moda ética e sustentável por parte de todos os consumidores”, explica Helena Antónia, criadora da marca. Além de ter marcado presença durante os três dias do NOS Primavera Sound, com um espaço próprio no recinto do festival, a Vintage For a Cause esteve também presente no Cidade+, nos dias 7, 8 e 9 de julho. Os jardins do Palácio de Cristal foram o cenário do evento, com um mercado ecológico que serviu de palco à exposição das peças vintage da marca.

Esta não foi a única causa à qual Katty Xiomara se juntou, já que a criadora colaborou também uma iniciativa levada a cabo pela Associação Médicos do Mundo, em junho passado. Também no decorrer do NOS Primavera Sound, a designer, a par de Carla Pontes, David Catalán e Luís Carvalho, foi desafiada a reinterpretar um dos famosos coletes azuis da Associação, usados anteriormente em missões nacionais e internacionais. Durante os três dias do festival, o público pôde vestir os coletes reinventados e doar as suas selfies nas redes sociais à Médicos do Mundo, ajudando assim a organização a chegar a cada vez mais pessoas.