FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
International Woolmark Prize: candidaturas a decorrer
International Woolmark Prize: candidaturas a decorrer
Até ao dia 2 de dezembro é possível aos jovens criadores com presença na plataforma online Not Just a Label concorrer ao prestigiado International Woolmark Prize. Distinguida pela organização do prémio para nomear os melhores designers entre 36 países europeus, a plataforma é assim reconhecida pelo seu trabalho na divulgação de novos nomes emergentes no mundo da moda, entre os quais figuram jovens talentos do Portugal Fashion.

É considerado um dos maiores prémios no universo da moda dirigido a jovens que têm dado provas de criatividade e vingado numa indústria altamente competitiva. De abrangência global, o International Woolmark Prize abre-se agora a uma nova fileira de novos criadores que, através da sua presença na plataforma Not Just a Label (NJAL), podem candidatar-se ao prémio Woolmark. A edição 2016/2017 contempla, assim, mais 36 países europeus – no qual se inclui Portugal – que outrora se encontravam à margem desta distinção.

Para que se possam candidatar os designers necessitam de estar registados na NJAL. Têm também de ter apresentado, no mínimo, quatro coleções consecutivas, num número não superior a 12. Ou seja, o limite do período temporal de presença no mercado não pode ultrapassar os seis anos. São ainda privilegiadas candidaturas de criadores que prestigiem as malhas, mais especificamente a lã, como matéria-prima das suas coleções. 

O almejado prémio para o designer ou marca vencedora compreende um patrocínio da Woolmark Company no valor de cem mil dólares australianos, e a possibilidade de ter a coleção vencedora – que deverá ser desenvolvida através da aplicação da lã de merino nas peças – à venda numa rede que engloba prestigiados retalhistas de moda localizados em vários pontos do globo. Mas para chegar até esta última fase da competição, a NJAL terá primeiro de selecionar dez semi-finalistas de entre os 36 países europeus a seu cargo, sendo que numa fase posterior do concurso serão anunciados dois finalistas (um dedicado ao womenswear, outro ao menswear). Ao designer ou marca eleito pela NJAL para representar os países europeus emergentes na grande final a nível mundial do International Woolmark Prize será ainda entregue um prémio de cinquenta mil dólares australianos.

De referir que estão presentes nesta plataforma jovens criadores que, habitualmente, integram o painel de participantes do Portugal Fashion, nomeadamente, os bloomers Mafalda Fonseca, Pedro Neto, KLAR, Carla Pontes e Teresa Abrunhosa, mas também Daniela Barros, Hugo Costa, Estelita Mendonça, Pedro Pedro, Diogo Miranda, Katty Xiomara e Luís Buchinho.

Para mais informações sobre o prémio, clique aqui.