FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Miguel Vieira e Katty Xiomara encantam na Semana da Moda de Nova Iorque
Miguel Vieira e Katty Xiomara encantam na Semana da Moda de Nova Iorque

Depois de participações nas semanas da moda masculinas de Paris e Milão, durante o mês de junho, o Portugal Fashion rumou a Nova Iorque. A fashion stop norte-americana abriu oficialmente a temporada de apresentações Spring Summer 2018 (no contexto de semanas de moda femininas), com os desfiles de Katty Xiomara e Miguel Vieira na New York Fashion Week. Foi nos Pier 59 Studios (Studio A) que as propostas da designer Katty Xiomara para a próxima primavera-verão foram reveladas, no dia 11 de setembro. No dia seguinte, no mesmo espaço, mas desta feita Studio C, foi a vez das criações de Miguel Vieira subirem à passerelle. Tratou-se da terceira participação consecutiva do Portugal Fashion na New York Fashion Week, precisamente um ano depois da participação que pôs fim a uma pausa de 15 anos na produção de desfiles nesta capital.

"A New York Fashion Week assume uma importância dupla, pois não só marca o início da temporada de apresentações das coleções primavera/verão 2018 no circuito de semanas de moda femininas, como também vem reafirmar a presença do Portugal Fashion no mercado norte-americano” afirma o Presidente da ANJE, Adelino Costa Matos. "Esta foi a terceira participação consecutiva do Portugal Fashion no evento, o que, sem dúvida, representa uma vitória para o projeto e uma oportunidade para levar a etiqueta made in Portugal a uma das mais mediáticas e fervilhantes capitais mundiais da moda, um palco onde a campanha de imagem que levamos a cabo representa um elevado potencial de negócio junto do vasto mercado americano, mas também dos diversos mercados globais que confluem no certame”, acrescenta o mesmo responsável.

Katty Xiomara inspira-se no revivalismo art déco dos anos 60 em Miami Beach

Conhecedora do mercado norte-americano, um dos principais para a sua marca, Katty Xiomara apresentou em Nova Iorque uma coleção primavera/verão inspirada numa viagem: trata-se de um paraquedas que, levado pela brisa caribenha, aterra no revivalismo art déco de Miami Beach nos anos 60. Segundo a criadora, a coleção "mergulha na essência calorosa das cores adoçadas e exóticas, construindo blocos de cor dispersos nas suas diferentes profundidades” e pretende criar uma ligação nostálgica, mas retratada com contemporaneidade, refletindo o revivalismo deste movimento de uma forma mais leve, colorida e doce, adaptada à estética da década de 60.

A paleta de cores mostra-nos tons de água e laranjas, papaia, melão e framboesa, contornados pelo preto e o branco como "pontos neutros de encontro”. O paraquedas que inspirou o conceito, esse, está presente nas formas: "soltas, simples e despojadas”, com padrões que pretendem evocar o ambiente. Os tecidos são igualmente representativos do tema: "ripstop, crepe, lamé, gingham, tule e renda”.

Coleção Spring Summer 18 marca os 30 anos de carreira de Miguel Vieira

Depois de ter participado na Milano Moda Uomo em junho passado, Miguel Vieira levou à New York Fashion Week as propostas femininas da coleção que dá o mote à celebração dos seus 30 anos de carreira, numa exibição ao público no dia 12 de setembro. Contudo, para o designer, não se trata de apenas uma celebração de carreira: "É também a celebração de uma individualidade, de uma filosofia que foi crescendo e se afirmou como um estilo próprio e inconfundível”.

Numa retrospetiva sobre os trinta anos de trabalho na indústria da moda, Miguel Vieira destaca o que mais diferencia a sua marca das outras: "[A marca] Miguel Vieira não é feita só de e para homens e mulheres de personalidade forte que sabem o que querem, da silhueta certa ou dos coordenados que marcaram cada coleção. É feita também do sentido de arrojo, do amor pelo que é belo, pela persistência de partilhar cada conceito, inspirada por tudo o que a rodeia e de trabalhar cada peça como se de uma obra de arte se tratasse.” Hoje, a marca Miguel Vieira vai muito mais além do vestuário de homem, mulher e criança, apostando no design de calçado, passando pelos acessórios, óculos, jóias e até mesmo mobiliário, uma abrangência que o criador se orgulha de ter e deixa transparecer na coleção Spring Summer 2018, incorporando acessórios nas suas propostas: "A marca orgulha-se de ter e cunhar com qualidade todos os itens necessários para criar o look perfeito”, acrescenta o designer.

Para Miguel Vieira, o sucesso da marca ao longo do seu percurso não se deve apenas à qualidade da produção, mas também aos sentimentos de luxo e elegância provocadas em quem a vestiu. O designer complementa, ainda, que a coleção não celebra só os trinta anos de carreira: celebra, também, "todo um futuro que a marca ainda tem para percorrer”.