FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Paris encerrou roteiro internacional depois da estreia em Milão
Paris encerrou roteiro internacional depois da estreia em Milão
O roteiro internacional do Portugal Fashion para a temporada verão 2016 teve início em Londres, no dia 19 de setembro, e culminou com a passagem por Paris, nos dias 2 e 3 de outubro. No ano em que celebra o 20º aniversário, o Portugal Fashion concretizou ainda a sua segunda estreia internacional, depois dos desfiles produzidos em julho na Berlin Fashion Week, e integrou a Semana de Moda de Milão.

Considerada a segunda semana de moda mais conceituada depois de Paris, a Milano Moda Donna Fashion Week aconteceu entre os dias 23 e 29 de setembro. Gucci, Prada, Max Mara, Moschino, Versace, Bottega Veneta, Roberto Cavalli, Giorgio Armani e Elisabetta Franchi são apenas alguns dos nomes de referência que constituem o calendário do evento italiano. Com a introdução de Carlos Gil e de Miguel Vieira no line-up, o certame abriu-se pela primeira vez aos nomes estrangeiros, num alinhamento de estratégias entre o Portugal Fashion e a Camera Nazionale della Moda Italiana que visa o cruzamento de oportunidades entre o mercado nacional e o seu congénere italiano.

"A internacionalização da moda portuguesa é um dos principais pilares do Portugal Fashion e a introdução de Milão no nosso calendário internacional era já incontornável. Alcançar a confiança da Camera Nazionale della Moda Italiana é para nós uma grande conquista”, afirma o presidente da ANJE, João Rafael Koehler. "Milão é sinónimo de design e criatividade, mas também de qualidade de confeção e de exigência. Ora, Portugal está finalmente a dar provas globais de que é capaz de conciliar estas duas faces da moeda, por isso, entrar na semana de moda de Milão é não apenas um reconhecimento da evolução de toda a fileira moda portuguesa, como um sinal de que há ainda muitas oportunidades por explorar. Arrisco dizer que esta estreia, do ponto de vista simbólico, é uma das melhores formas de comemorar os 20 anos do Portugal Fashion. Queremos que seja um marco na forma como o mundo da moda vê a moda portuguesa: um país de confecionadores de qualidade (preferido pelas melhores casas internacionais), que começa também a ser considerado um país de criadores de qualidade”, acrescenta o mesmo responsável.

A aposta na internacionalização cruza-se com a promoção dos novos talentos, facto que levou uma vez mais o Portugal Fashion até Londres com a emergente Daniela Barros. A apresentação da designer marcou o arranque dos desfiles internacionais e aconteceu dia 19 de setembro, no espaço The Vinyl Factory, no quadro da ON|OFF, uma plataforma integrada na London Fashion Week. O roteiro do Portugal Fashion terminou em Paris, já nos primeiros dias de outubro, com a produção dos desfiles de Diogo Miranda e Luís Buchinho, no âmbito da Semana do Prêt-à-Porter.

A apresentação das propostas de verão 2016 em território nacional acontece entre os dias 21 e 24 de outubro, aquando da 37ª edição do Portugal Fashion. "Celebration” é o tema escolhido para o evento que dá continuidade às celebrações dos 20 anos do Portugal Fashion. O calendário mantém o modelo bipartido, com um primeiro dia de desfiles em Lisboa e os restantes no Porto, mantendo-se também a lógica organizativa de dispersão pelas cidades. A conexão com os dois meios urbanos nacionais será, desta feita, fortalecida por um conjunto de iniciativas comemorativas das duas décadas de Portugal Fashion.