FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Portugal Fashion celebra aniversário com visão de futuro
Portugal Fashion celebra aniversário com visão de futuro

Foram duas décadas plenas de conquistas para o Portugal Fashion. Em permanente construção, um percurso de indesmentível valor na promoção do setor da moda nacional dentro e fora de portas. É por isso que, no mês em que comemora o 21º aniversário, o projeto se prepara para abraçar novos desafios na senda da internacionalização que faz parte do seu ADN. Na impossibilidade de revelar neste espaço todas as surpresas, levantamos apenas a ponta do véu. Uma ponta que "dá pano para mangas”. Ora confira porquê.

Se o exercício fosse o de fazer um rewind aos 20 anos de Portugal Fashion, seria uma verdade inequívoca dizer que o projeto cumpriu um dos seus principais desígnios: contribuir para a alteração do paradigma do setor têxtil nacional. De facto, hoje passamos a ser um país não só reconhecido pelo seu exímio "corta e cose”, mas, acima de tudo, somos vistos como uma nação que se modernizou e que corporizou novas práticas de negócio: os criadores e marcas têm marketing, branding e etiqueta, e investem recursos neste esforço promocional.

Não é, contudo, partindo destas considerações que se celebra o 21º aniversário do Portugal Fashion. Se, por um lado, o projeto chama a si a sua quota-parte na promoção destas conquistas, certo é que o "caminho se faz caminhando” e é com os olhos postos no futuro que a iniciativa define novos objetivos. Considerando a internacionalização como um dos principais vetores do Portugal Fashion, este último ano serviu para traçar metas ainda mais audaciosas. Um ano de estreias, portanto. Em junho, o primeiro desfile internacional na Semana de Moda Masculina de Paris. Em julho, a estreia do certame num dos mais prestigiados eventos de moda italiana, a Altaroma. E para a temporada de desfiles que se avizinha, um novo reforço: a participação no calendário da New York Fashion Week

Rumo à próxima década

Na verdade, até 1977 o estatuto de maioridade era legalmente atingido no nosso país aos 21 anos. Tomando em linha de conta esses tempos, será pois seguro dizer que – agora sim – o Portugal Fashion atingiu a idade adulta. E como a liberdade anda casada com a responsabilidade, propõe-se ao leitor um novo exercício. Sentindo o pulsar da nova geração de designers nacionais e observando o acompanhamento especializado que os jovens criadores recebem sob a alçada do projeto Next Step (o "braço comercial” do Portugal Fashion), que novas ações se poderão delinear? A resposta é direta e quiçá óbvia: todas aquelas que promovam a competitividade, alavanquem a força de vendas, grassem a notoriedade e consagrem os talentos do Bloom, não olvidando os criadores da nossa praça que foram pioneiros nesta nova forma de estar, mais proativa e empreendedora. Como (pode questionar-se)? Através da exploração de novos mercados. Ora em outubro prepara-se uma nova investida a oriente, com a participação lusa na Pure Shangai, a feira de moda mais influente da China.

Promoção do projeto reinventa-se ao ritmo das novas tendências digitais

Por cá, são também notórios os resultados da difusão do projeto por outras paragens, como de resto fazem prova as comitivas da imprensa internacional que têm visitado as edições nacionais do certame. Publicações de referência como a Vogue Italia, a edição francesa da Marie Claire, a Monocle 24, a Harper’s Bazaar Argentina, a Condé Nast Traveller, a Schön! Magazine, a Hunger Magazine são alguns desses exemplos. Um trabalho de relações públicas que o Portugal Fashion pretende aprofundar e que inclusive já tem dado origem à presença dos fashion advisers do futuro no evento: bloggers influentes, que ditam tendências e que agregam milhares de seguidores nas redes sociais, especialmente no Instagram, como o são Roberto De Rosa, Nathanyel Bns, Yuyu e The Gentleman Blogger.

A atravessar o período áureo da geração millennial, o projeto pretende também posicionar-se na "crista da onda” naquilo que às redes sociais diz respeito. Para tanto, estão previstas em breve novas ações de engagement. Procura-se assim concretizar um novo objetivo operacional: provocar o aumento do buzz e das partilhas associadas à edição nacional do Portugal Fashion nos social media, tendo como principal target a nova geração, tão ávida de imagens e informação on time.

Aguarda-se, assim, um ano de maturidade na consolidação de projetos e pleno nos desafios. Um ano que, uma vez mais, será marcado pelo preenchimento de novas cidades no mapa do roteiro internacional do Portugal Fashion. Um ano durante o qual, seguramente, se começarão a traçar novos objetivos que serão comunicados precisamente daqui a 365 dias, na data do 22º aniversário.