FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Portugal Fashion de regresso à New York Fashion Week com Katty Xiomara e Miguel Vieira
Portugal Fashion de regresso à New York Fashion Week com Katty Xiomara e Miguel Vieira

A quarta iniciativa internacional do Portugal Fashion em 2017 acontecerá na New York Fashion Week. Uma fashion stop transatlântica que dita o regresso dos criadores nacionais Katty Xiomara e Miguel Vieira à passerelle nova-iorquina, após a estreia em setembro de 2016, com o apoio do projeto de moda nacional. Será nos Pier 59 Studios (18th Street & Westside Highway) que as propostas da designer Katty Xiomara para o próximo outono-inverno são reveladas em primeira mão, no dia 13 de fevereiro, às 14h00 locais (Studio A). No dia seguinte, às 19h00 locais, e no mesmo espaço, mas desta feita Studio C, será a vez das criações de Miguel Vieira subirem à passerelle. Reforça-se a aposta na NYFW, sinal indicativo de que a estratégia de internacionalização do Portugal Fashion atravessa um momento de consolidação, justificado pela integração regular desta semana de moda no roteiro de desfiles. Após Nova Iorque, a agenda internacional do Portugal Fashion tem também regresso marcado à London Fashion Week, a 20 de fevereiro, com Alexandra Moura. Seguem-se novas paragens na Milano Moda Donna e na Paris Fashion Week Prêt-à-Porter, fechando-se assim o circuito internacional da iniciativa pelas quatro principais capitais da moda (Nova Iorque, Milão, Paris e Londres).

Para o diretor de comunicação do Portugal Fashion, Rafael Alves Rocha, "a reconquista do mercado norte-americano está definitivamente concluída com a segunda integração consecutiva da New York Fashion Week no calendário internacional de desfiles do Portugal Fashion. Foi uma reaproximação que preparamos com especial cuidado e cujo regresso foi possível materializar em 2016, após 15 anos de ausência da NYFW. Uma vitória para toda a fileira moda nacional, pelo carimbo que a etiqueta made in Portugal deixa no certame, e particularmente uma vitória para o projeto que consolida a sua representatividade nas quatro capitais mundiais da moda”. "Voltamos nesta temporada com os designers Katty Xiomara e Miguel Vieira à passerelle de Nova Iorque, pois na realidade ambos os criadores já iniciaram a expansão dos respetivos negócios neste mercado, e por isso faz todo o sentido que, aliado ao esforço comercial que têm vindo a empreender, o Portugal Fashion os ajude a um nível mais promocional, alavancando a componente da imagem, não só para que os agentes de compras saibam quem são, mas também para que os críticos de moda e a imprensa internacional os reconheçam”, conclui o mesmo responsável.

O misticismo da natureza inspira o próximo inverno de Katty Xiomara

São "Amores impossíveis, mas desassociáveis” que dão o mote à coleção outono/inverno 2017-18 da criadora Katty Xiomara. "O universo misterioso da floresta e as suas criaturas, o dramatismo da noite e a interminável esperança do dia” anteveem coordenados que se apropriam desse ambiente mágico, com uma certa "poesia selvagem”. Nas cores prevalece uma variação entre as tonalidades pastel, que vai dando espaço a diferentes pantones de azul, até chegar ao preto.

O ponto de partida de uma coleção carregada de simbolismos, onde a lua e o sol assumem particular relevância, foi a tradicional cantiga espanhola dos Gipsy Kings, "El Toro Y La Luna”: "La luna se estaba peinando / En los espejos del rio / Y un toro la esta mirando / Entre la jara "escondio”.

Uma coleção de reflexos

São propostas que procuram refletir sobre a moda e a forma como nos apresentamos. "Será aquilo que vestimos uma forma de expressão do nosso próprio eu, ou o reflexo da imagem que projetamos no outro?”. Acreditando que a forma como nos vestimos é definida por emoções e transmite perceções visuais, como se de um "jogo de espelhos” se tratasse, os coordenados do designer abordam essa dualidade: "o que é visto e como é visto”.

Na realidade, o tema é transversal às coleções para Homem e Mulher que Miguel Vieira idealizou para o próximo outono-inverno. As cores predominantes são o preto e uma escala de cinzentos, que varia entre o "cinza claro e o cinza escuro”, sobressaindo ainda a aplicação do azul-marinho, do vermelho e do branco marshmellow. A silhueta Homem assenta em "fatos slim estruturados e sobretudos casual”. Sobressaem nos detalhes os prints personalizados, a aplicação de diferentes tecidos e materiais e a sobreposição de looks, combinando o casual com o tailored. Já as propostas do designer para Mulher recebem "volumes contrastantes e peças estruturadas”, algumas delas oversized, numa variação entre maxi e mini sizes. Nos tecidos, destaque para a utilização da lã, imitação de pele, caxemira, alpaca e outras combinações de tecidos (tecidos de alfaiataria, tecidos com xadrez, tecidos com riscas finas e tecidos 140S). Nos acessórios é dado verdadeiro destaque à pele, quer seja nos sapatos, malas, pastas ou porta-chaves.

O Portugal Fashion 2015-2017 - um projeto da responsabilidade da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal – é financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.