FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Portugal Fashion em Itália para estreia absoluta na Altaroma
Portugal Fashion em Itália para estreia absoluta na Altaroma

O Portugal Fashion, a convite da Altaroma, prestigiado evento de moda italiano, viajou até à capital transalpina com as criadoras Daniela Barros, Susana Bettencourt e a marca Pé de Chumbo, da designer Alexandra Oliveira. Pela primeira vez a integrar o programa do certame, o projeto acrescentou, assim, uma nova cidade ao périplo internacional que este ano já teve como paragens as cidades de Londres, Milão e Paris. O desfile coletivo aconteceu a 9 de julho no espaço Ex Dogana. A forte preponderância deste mercado no circuito da indústria têxtil europeia, aliado ao scouting que a equipa Altaroma promove, congregando, numa única edição, marcas e designers de diferentes nacionalidades, constituíram os principais motivos para a paragem do Portugal Fashion em solo romano.

Foi no âmbito do fashion hub da Altaroma que a participação lusa ganhou forma. Na edição de julho do certame, Daniela Barros, Susana Bettencourt e a marca Pé de Chumbo apresentaram as coleções para o próximo outono-inverno, integradas naquele que constitui o principal eixo estratégico do evento: a divulgação de novos talentos da moda "made in Italy”. Mas não só. Para além de disseminar a descoberta de jovens criadores italianos que se destaquem pelo vanguardismo das suas coleções, algo que sucede através da promoção do concurso "Who Is On Next?”, o fashion hub procura também dar a conhecer novos designers que têm trilhado um percurso promissor noutros países europeus, evidenciando, preferencialmente, aqueles que já tenham iniciado o processo de internacionalização da marca. Para tanto, a Altaroma conta com a colaboração da Vogue Italia, naquilo que é um trabalho de scouting exaustivo. Foi, pois, desta forma que surgiu o convite à participação do Portugal Fashion nesta edição.

De referir ainda que a tríade da Altaroma encerra outros dois vetores estratégicos: Atelier (desfiles de casas de alta-costura tradicionais, como Valentino e Fendi) e In Town (oferta de eventos complementares que ocorrem durante os dias da iniciativa e que aportam valor criativo à cidade de Roma; fala-se de exposições fotográficas e de pequenos showrooms).

O outono-inverno português apresentou-se no verão romano

O tempo é quente, mas no desfile coletivo que em Roma foi protagonizado pelas jovens criadoras Daniela Barros e Susana Bettencourt, e pela marca Pé de Chumbo, registou-se uma descida substancial da temperatura. Desde a "mulher de carácter forte, rígido e austero”, de Daniela Barros, materializada em construções oversized e em detalhes masculinos que "apelam a algumas características andrógenas”; passando pela inspiração infantil de Susana Bettencourt, que se revê em peças que aliam a reconhecida técnica de knitwear da designer à "aplicação da tecnologia”; finalizando na "mistura entre jogos grossos de fios de lã e a delicadeza de rendilhados finos e transparentes” da autoria da designer Alexandra Oliveira, que deu origem à marca Pé de Chumbo. Na verdade, no espaço Ex Dogana, antiga alfândega romana, não faltaram propostas diferenciadas para a próxima estação fria.

No início do ano, Daniela Barros e Susana Bettencourt já haviam assinalado uma passagem pela London Fashion Week, a propósito de uma nova incursão no calendário internacional do Portugal Fashion. Aí, integraram o programa oficial de performances de moda associado à vertente showroom, algo que também materializou uma nova aposta do projeto, naquela que é considerada uma das mais competitivas semanas de moda do mundo. Já a marca Pé de Chumbo fez a sua estreia na edição de março do Portugal Fashion, tendo, desta forma, despertado o interesse da Altaroma para uma nova apresentação, marcando assim a sua estreia no roteiro internacional do projeto.

Internacionalização em crescendo

Potenciadoras de visibilidade junto da imprensa especializada, de buyers e de muitas outras entidades dinamizadoras do setor, estas incursões internacionais configuram oportunidades privilegiadas para o Portugal Fashion lançar os criadores nacionais além-fronteiras, mas também para projetar toda a fileira da indústria da moda nacional. Agora, uma nova escala: Roma. 

"Após o arranque da nova temporada, que principiou com a primeira incursão do projeto na Semana de Moda Masculina de Paris, o processo de consolidação do calendário do Portugal Fashion prossegue. Desta feita, aterrámos em Itália, mais precisamente na Altaroma. Uma estreia e uma participação que muito nos orgulha, por todo o histórico, experiência e influência associados ao certame que, desde 2002, projeta talentos emergentes da fashion scene italiana, dando ainda palco a novos valores provenientes de toda a Europa. Tratou-se, pois, de uma oportunidade única para as designers Daniela Barros, Susana Bettencourt e para marca Pé de Chumbo se apresentarem num dos mais prestigiados eventos de moda de um país reconhecido como um dos principais centros mundiais do setor. Além disso, estabelecemos com a Altaroma um agradável paralelismo, já que nos é igualmente fulcral o apoio que facultamos ao surgimento de novos criadores, através do espaço Bloom do Portugal Fashion”, afirma João Rafael Koehler, presidente da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, entidade promotora do Portugal Fashion.

De assinalar ainda que a organização da Altaroma resulta de um consórcio que engloba a Câmara do Comércio de Roma, a Risorse per Roma, a Lazio Region e a Roma Capitale.

O Portugal Fashion 2015-2017 - um projeto da responsabilidade da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal – é financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. 


* Créditos fotográficos: Altaroma / Ugo Camera