FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Portugal Fashion pelo terceiro ano consecutivo no International Fashion Showcase
Portugal Fashion pelo terceiro ano consecutivo no International Fashion Showcase
Inovando em cada participação do International Fashion Showcase, iniciativa que integra a Semana de Moda de Londres, o Portugal Fashion apresenta para esta edição uma instalação artística cujo ponto de partida tem como matéria-prima a cortiça. Para o desenvolvimento do processo criativo foram convocados os designers Estelita Mendonça, Pedro Neto, e as marcas HIBU, UNT e KLAR, sendo que a curadoria da exposição está a cargo de Miguel Flor.

Com múltiplos programas paralelos ao longo dos cinco dias de London Fashion Week, que decorre entre 19 a 23 de fevereiro, o Portugal Fashion marca, uma vez mais, presença naquela que é a iniciativa mais artística de todo o calendário da semana de moda londrina: a International Fashion Showcase. Na Someset House vão estar patentes peças desenvolvidas por jovens criadores nacionais emergentes, que obedecem ao conceito criativo resultante do trabalho de curadoria de Miguel Flor, e vão de encontro ao tema geral da exposição "Utopia”, aliando uma matéria-prima tipicamente portuguesa: a cortiça. Assim, as criações desenvolvidas por Estelita Mendonça, Pedro Neto, HIBU, UNT e KLAR inspiram-se na celebração dos 500 anos da publicação da obra de Thomas Moore com o mesmo nome, embora a mensagem que pretendem veicular se consubstancie no presente e no futuro, não negligenciando o facto de que o stand estará instalado na Somerset House, o que também, intencionalmente, promove um alerta para a importância da criação ecológica e socialmente sustentável.

Alerta esse materializado por uma instalação com design set de Miguel Bento (cuja lista de clientes inclui o British Fashion Council, mas também referências como Hermès ou Selfridges). Com o apoio da Corticeira Amorim, e uma matéria-prima ecofriendly, a cortiça, a peça concebida pelos jovens "artífices” é igualmente evidenciada pelo seu potencial ao nível da criação artística e arquitetónica. 

Para Miguel Flor, curador da instalação lusa, "o balanço utópico é o propósito da exposição, simbolizado pela criação de um espaço de exposição que usa a cortiça - um material português cuja extração não perturba o equilíbrio do ecossistema, e que formaliza uma simbiose entre o natural e o artificial - mas também através do desafio lançado aos criadores, cujo trabalho reflete a preocupação com este tema, com forte enfoque na reutilização de materiais e no desenvolvimento de novas técnicas”.  

Com organização a cargo do British Council e do British Fashion Council, o International Fashion Showcase é uma iniciativa que congrega novas abordagens criativas e conceptuais proporcionando, a todos os criadores que nela participam, visibilidade internacional, não fosse o certame, segundo dados da última edição, responsável por uma cobertura mediática global que atingiu cerca de 260 milhões de pessoas. Acrescente-se ainda que conta com o envolvimento de embaixadas e instituições culturais de 27 países. A participação do Portugal Fashion no IFS conta com a parceria da aicep Portugal Global e com o apoio da Embaixada Portuguesa em Londres.