FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Portugal Fashion promoveu novos talentos da moda nacional em Roma
Portugal Fashion promoveu novos talentos da moda nacional em Roma
Depois de marcar presença nas semanas de moda de Milão e Paris, o Portugal Fashion regressou a Itália para concretizar a terceira paragem do roteiro internacional primavera/verão de 2019, desta feita para promover os novos talentos da moda nacional. Foi na passada quinta-feira que cinco jovens designers subiram à passerelle da semana de moda de Altaroma, num desfile que pretendeu refletir a aposta do Portugal Fashion na internacionalização de jovens designers. Daniela Pereira, Joana Braga, Mara Flora, Maria Meira e Nycole desfilaram no espaço Studio di Cinecittà, Teatro 10 (Via Vincenzo Lamaro, 30), no dia 28 de junho, às 16h00 locais. Tratou-se da quarta participação do projeto de moda da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários no calendário da Altaroma, uma ação que consolidou a parceria estratégica com a conceituada organização italiana, com o objetivo de estabelecer sinergias regulares ao nível da identificação, apoio e divulgação de jovens criadores.

O Fashion Hub da Altaroma foi, mais uma vez, o grande impulsionador da presença do Portugal Fashion na semana de moda italiana. Dedicado ao scouting, apoio e promoção de novos talentos, o projeto concede aos jovens criadores italianos a oportunidade de expressarem a sua criatividade e divulgarem o seu trabalho naquela que é não só uma passerelle profissional, como também uma montra privilegiada de exposição na indústria da moda. Complementarmente, o Fashion Hub estende o seu trabalho de identificação e divulgação de talentos emergentes da moda além-fronteiras, contemplando na semana da moda desfiles e apresentações de jovens designers que tenham um percurso promissor noutros países europeus, contexto no qual se enquadraram as criadoras Daniela Pereira, Joana Braga, Mara Flora, Maria Meira e Nycole.

"O Portugal Fashion é uma rampa de lançamento fundamental para os novos projetos de moda portuguesa, mas há muito que a sua dimensão não se cinge apenas a solo nacional. Com efeito, a aposta na internacionalização é uma das prioridades do projeto, que não só pretende facilitar o acesso dos jovens criadores ao circuito da moda no seu país, como também colocar as suas marcas no panorama da moda internacional e assegurar a sua promoção nos mercados externos, com todas as oportunidades que essa exposição certamente proporciona”, afirma o Presidente da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, Adelino Costa Matos. "A parceria com o Fashion Hub de Altaroma, no qual assinalámos agora a quarta participação consecutiva, tem um papel importantíssimo no caminho para a internacionalização dos nossos jovens designers e prova, também, o interesse do mercado italiano pela moda portuguesa e pela sua consequente renovação, o que constitui um motivo de orgulho para nós”, conclui o responsável.

Cinco talentos promissores da moda nacional subiram à passerelle


A mais recente ação do Portugal Fashion no Fashion Hub de Altaroma marcou a estreia absoluta de quatro jovens designers em solo internacional, enquanto que a jovem criadora Nycole assinalou a sua segunda participação na iniciativa. Daniela Pereira, Joana Braga, Mara Flora e Maria Meira foram as designers estreantes neste roteiro internacional SS19 do Portugal Fashion.

Formada em Design de Moda pela Escola de Moda do Porto, Daniela Pereira dedica-se especialmente ao menswear e pretende representar uma diferente perspetiva do segmento, mantendo sempre a qualidade e o conforto. As propostas para a o verão de 2019 ilustram as peças da coreógrafa e bailarina contemporânea Pina Bausch, nome que dá o título à coleção. Orfeu, Eurídice, Café Muller, Cravos e A Sagração da Primavera são as peças inspiradoras, que serão representadas através de volumes, de cores como o preto, rosa, bege, bordeaux e verde e de um conjunto de tecidos fluídos com tecidos rijos, resultando numa contradição ao género, a mesma ideia que Pina Bausch pretendia transmitir nas suas coreografias.

Joana Braga integrou a plataforma Bloom em outubro de 2017, após ter estudado Design de Moda na Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos. O filme de 1967 "La Collectionneuse” serve de inspiração para a coleção SS19 que, tal como a obra cinematográfica, traz um mood de verão relaxado e fluído, com peças de ombros caídos e oversized, malhas justas e silhuetas desleixadas. Looks desconstruídos representam a distração e o adiamento de tarefas, a liberdade de não fazer nada e de procrastinar.

A marca Nycole foi convidada a entrar para a plataforma Bloom Portugal Fashion no início do ano passado, tendo desfilado na semana de moda da Altaroma ainda em janeiro deste ano. A marca de menswear baseada no Porto que se distingue pela inspiração no universo do vestuário clássico masculino e por detalhes de sportswear foi fundada pela jovem designer Tânia Nicole, que obteve o primeiro lugar no concurso ACTE European Young Designers Competition, em Itália, e, na sequência do prémio FASHIONCLASH, foi convidada para apresentar a sua coleção em Maastricht, na Holanda. Whole Lotta Love é a coleção SS19 que subiu à passerelle de Altaroma, com ponto de partida nos anos 70 e inspiração em dois universos diferentes: os uniformes de equipas de baseball e a banda de rock psicadélico Led Zepplin. Sobreposições, riscas e camisas são as peças-chave da coleção, em que as silhuetas oversized remetem para os uniformes de baseball e a paleta de cores quentes, bem como os materiais usados, ilustram a banda Led Zepplin.

Foi o Concurso Bloom que deu o passaporte de entrada a Mara Flora e Maria Meira para a plataforma de jovens criadores do Portugal Fashion, na edição FW18-19 de março último, sendo que as coleções de inverno vencedoras foram as apresentadas em desfile na Altaroma. Mara Flora concluiu estudos em Design de Moda na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, cidade onde estagiou como designer assistente no Atelier da criadora Alexandra Moura.  A coleção para a próxima estação fria, teve como base o filme "The Pillow Book” e enquadra-se no cenário de Honk Kong nos anos 90, "assimilando um universo cultural servido por uma intensa e embriagante profusão visual”, em que o vermelho e o bege são as cores protagonistas. Por sua vez, Maria Meira licenciou-se também em Design de Moda, desta feita na ESAD Matosinhos, e apresentou uma coleção minimalista e inspirada em obras de Shai Langen, um artista plástico que transforma e modela o corpo humano com o uso de materiais diferentes. A vulnerabilidade do corpo humano é o principal tema da coleção, em que os tecidos leves e transparentes sugerem intimidade e exposição, conjugados com os cordões circulares e a ideia de subordinação, em oposição à liberdade.

O Portugal Fashion - um projeto da responsabilidade da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal – é financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.