FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Projeto Bloom recebe Selo Europeu de Festivais 2015-2016
Projeto Bloom recebe Selo Europeu de Festivais 2015-2016
O projeto Bloom, plataforma do Portugal Fashion dedicada à promoção de jovens designers de moda e suas criações acaba de receber o Selo Europeu de Festivais 2015-2016 (EFFE – European Festival Label). Trata-se de uma certificação de qualidade atribuída pela EFA – European Festivals Association a eventos culturais e criativos europeus com impacto significativo a nível local, nacional e internacional. O projeto Bloom integra, assim, a primeira geração de beneficiários do selo EFFE, da qual fazem parte 761 festivais artísticos de 31 países europeus (candidataram-se 896 eventos de 32 países).

"A descoberta, apoio, orientação e promoção de jovens criadores é um dos desígnios estratégicos do Portugal Fashion”, sublinha João Rafael Koehler, presidente da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, entidade promotora do conhecido evento de moda. Ora "o principal instrumento deste desígnio estratégico é efetivamente o projeto Bloom, que com o selo EFFE passa a beneficiar de um certificado de qualidade europeu e, por isso, estará mais capacitado para promover internacionalmente os jovens designers de moda portugueses”. Importa lembrar, a propósito, que já vários jovens criadores participaram em desfiles e showrooms internacionais com o apoio do projeto Bloom/Portugal Fashion, marcando assim presença em importantes eventos de moda de Londres, Viena, Paris, Copenhaga ou Madrid.

Com o selo EFFE, a EFA procura promover eventos europeus comprometidos com as artes, as suas comunidades e os valores europeus. Segundo um comunicado da organização, sediada em Bruxelas, "acima de tudo a EFFE reconhece a imensa excelência destes festivais no seu trabalho local diário em toda a Europa”. Este reconhecimento passa ainda pela inclusão dos eventos certificados num guia de festivais europeus 2015-2016, já disponível (em papel e e-book) no portal www.effe.eu. Os jurados internacionais desta entidade tiveram de apreciar, a nível europeu, 896 candidaturas de 32 países. Refira-se que, nas suas candidaturas, os eventos tinham de demonstrar que cumpriam três critérios: assumirem um compromisso artístico, envolverem a comunidade nas suas atividades e revelarem uma dimensão internacional.