FacebookTwitterInstagramVimeoPinterest
Uma Cidade da Moda vai nascer no maior parque urbano do país
Uma Cidade da Moda vai nascer no maior parque urbano do país
É no Parque da Cidade do Porto que se concentra boa parte do programa de desfiles da 42.ª edição do Portugal Fashion Outono-Inverno 2018/19, que tem início a 17 de março no novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa e continua nos dias 22, 23 e 24 do mesmo mês na Invicta. Vai então nascer uma verdadeira cidade da moda no maior parque urbano do país, onde será instalada uma megaestrutura com capacidade para acomodar três espaços de desfiles, bastidores, showroom, várias áreas sociais e de lazer, sala de imprensa, entre outras valências.

Com 10 mil m2 de área total, oito mil dos quais totalmente cobertos, a megaestrutura a instalar no Parque da Cidade do Porto é composta por seis módulos distintos. Para se perceber a ordem de grandeza em causa, deve referir-se que as três áreas de passerelle previstas têm 1.000 m2 cada uma, onde cabem confortavelmente cerca de 1.000 espectadores por desfile. 

Nesta edição, o Portugal Fashion segue a lógica organizativa das grandes semanas de moda internacionais, como Londres, Nova Iorque e Paris, privilegiando a realização dos desfiles em grandes estruturas amovíveis instaladas em locais nevrálgicos das cidades. Isto com o objetivo de aproveitar as potencialidades do Parque da Cidade do Porto, um espaço com amplitude, comodidade e bons acessos. Também uma boa solução em termos de conforto e funcionalidade, quer para os protagonistas dos desfiles, quer para os convidados. Na verdade, e dado o gosto em  inovar na seleção dos locais de realização dos desfiles, o Portugal Fashion irá construir uma verdadeira cidade da moda que reforçará paralelamente a capacidade promocional, a linguagem estética e a mundividência autoral de criadores e marcas. Assim acontece também em Lisboa, com a escolha a recair sobre o novo Terminal de Cruzeiros.



All aboard no terminal de cruzeiros

É no edifício desenhado pelo arquiteto Carrilho da Graça que se vai iniciar o 42.º Portugal Fashion, no dia 17 de março, às 14:41. Sim, é mesmo este o horário ou não fossem os Storytailors os primeiros a entrar em cena no novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa, em Santa Apolónia. Como vem sendo hábito, a dupla João Branco e Luís Sanchez promete não um tradicional desfile em passerelle, mas uma fashion show performance. A seguir, o evento entra em velocidade de cruzeiro com uma série de nomes grandes da moda portuguesa, a saber: Alexandra Moura, Susana Bettencourt, Pedro Pedro, Alves/Gonçalves, Carlos Gil e TM Collection by Teresa Martins. 

Do encanto do Tejo, o Portugal Fashion ruma ao bucolismo do Parque da Cidade do Porto, com os seus 83 hectares de área verde espraiando-se até ao Oceano Atlântico. O dia 22 é, quase na totalidade, dedicado a jovens criadores do projeto Bloom, com a qual o Portugal Fashion descobre, promove e apoia novos talentos da moda nacional. De resto, a passerelle abre nesse dia, logo às 15h00, com a apresentação dos coordenados dos oito finalistas do Concurso Bloom. O vencedor do certame será conhecido no final do desfile. 

Ainda no âmbito do projeto Bloom, vão desfilar, durante toda a tarde e início da noite, seis jovens criadores e uma marca. Em paralelo aos desfiles, acontece o Bloom Intershow Music, um espetáculo de DJing a cargo de DJ Kitten e dos White Haus em live act. O primeiro dia de desfiles no Porto termina em beleza, com as novas coleções para a estação fria de Anabela Baldaque, Estelita Mendonça e Júlio Torcato. Dois nomes consagrados e um talento emergente para ver a partir das 21h00, no Parque da Cidade do Porto.  

Nos dias 23 e 24 de março, ao longo da tarde e à noite, desenrola-se boa parte do programa de desfiles do 42.º Portugal Fashion Outono-Inverno 2018/19. Há, então, a oportunidade de apreciar as coleções invernosas dos consagrados Diogo Miranda, Luís Buchinho, Luís Onofre, Micaela Oliveira, Miguel Vieira, Nuno Baltazar e Katty Xiomara. Destaque ainda, na moda de autor, para as presenças de criadores tão promissores como Carla Pontes, Hugo Costa, Inês Torcato e David Catalán – os dois últimos fazem, nesta edição do evento, a passagem do projeto Bloom para a passerelle principal, depois da recente participação no calendário da Altaroma, em Roma, com o apoio do Portugal Fashion.

Propostas comerciais em passerelle e showroom

Sem descurar a vertente comercial, que está na matriz do evento, o 42.º Portugal Fashion vai dar a conhecer as propostas de pronto-a-vestir e calçado de grandes marcas nacionais. De vestuário, estão previstos os desfiles de Ana Sousa, Concreto, Dielmar, Lion of Porches, Meam e Pé de Chumbo. Como habitualmente, o programa do evento contempla também um desfile dedicado ao calçado, no qual vão ser reveladas as novas coleções de Ambitious, Fly London, J. Reinaldo, Nobrand, Rufel e The Baron’s Cage.

Resta dizer que o Portugal Fashion – um projeto da responsabilidade da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal – é cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização – Compete 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.